terça-feira, 5 de julho de 2016

Restaurante nos EUA vai usar um robô para montar hambúrgueres


A tecnologia já acabou com uma série de profissões, e aparentemente a próxima na jogada é a de funcionários de redes de fast food. Tudo isso porque um restaurante em San Francisco, na Califórnia (EUA), usará um robô autônomo capaz de realizar as tarefas de preparo de um hambúrguer.

O restaurante ainda não tem nome, porém, recentemente foi publicado no Craigslist uma vaga de emprego para o tal estabelecimento — sim, eles precisam de pelo menos um humano para gerenciar o negócio e supervisionar o processo — que vai ser administrado pela Momentum Machines, uma startup especializada em criar máquinas que produzem hambúrgueres.

momentum-machines-burg
Esta é a única imagem de um hambúrguer feito em uma máquina da Momentum Machines. Crédito: Momentum Machines/The Wharton School, University of Pennsylvania

Não temos muitos detalhes do robô. Segundo o TechInsider, ele é “completamente autônomo, o que significa que ele consegue fatiar ingredientes, grelhar a carne e colocar o hambúrguer em um recipiente, sem a ajuda de humanos”. O restaurante, ainda segundo o anúncio, preparará os hambúrgueres conforme a demanda, servirá os sanduíches em pão tostado e contará com uma série de variações de produtos frescos, molhos e temperos.

Fundada em 2009, a Momentum Machines se define como um grupo de engenheiros e entusiastas da comida comprometido em resolver problemas de engenharia e desafios de fabricação.

diagram-momentum-machine

Sabe-se muito pouco dos detalhes do processo da máquina que vai operar no restaurante de San Francisco. Porém, em 2012, a Momentum Machines apresentou um protótipo de uma máquina que pode nos dar ideia de como será o processo. O modelo apresentado há quatro anos permite que cada parte de um hambúrguer seja personalizada, como tempo de grelha, condimentos e até a espessura das fatias.

Na época, a empresa chegou a exibir um esquema de uma máquina de 2 metros quadrados, que contava com um batedor que personalizava e dava forma para misturas de carne e um forno. A startup argumentava que uma rede poderia economizar mais de US$ 90 mil por ano em treinamento, salários e despesas gerais, e que ela conseguia fazer até 400 hambúrgueres por hora.

9204820192_7c41b15e17_k
Foto de 2013 mostra parte da máquina da Momentum Machines. Crédito: Steve Jurvetson/Flickr


E o discurso da Momentum Machines nunca foi do tipo “vamos criar uma máquina para ajudar os humanos”. Eles sempre foram claros sobre o objetivo deles: “Nosso dispositivo não serve para deixar os funcionários mais eficientes. Ele foi feito para tirá-los completamente do processo”, disse Alexandros Vardakostas, cofundador da startup, ao blog Xconomy.

Considerando que a vaga foi aberta recentemente, deve ser questão de tempo para termos mais detalhes sobre essa máquina de fazer hambúrguer e o quão gostoso (ou não) devem ser os sanduíches feitos nela. Estamos esperando, Momentum Machines.

[TechInsider]
Imagem do topo: Niklas Rhöse/Flickr

Nenhum comentário:

Postar um comentário