sexta-feira, 1 de julho de 2016

Sondagem industrial aponta melhora na expectativa dos empresários para Pernambuco e Brasil nos próximos meses

Foto: Beto Barata/ PR

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Fiepe.

A pesquisa de Sondagem da Indústria da Transformação e Extrativa Mineral, no Brasil, apresentou variação positiva em todos os seus indicadores no mês de maio. O resultado se aproxima mais da linha divisória dos 50,0 pontos e mostra leve evolução no cenário.

Segundo o estudo avaliado pela Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) o índice Volume de produção cresceu 3,1 pontos marcando 45,5 pontos, já a Utilização da Capacidade Instalada (35,1 pontos) e Evolução do Número de Empregados (43,7 pontos) obtiveram, ambos, incremento de 0,4 ponto.

O índice Estoques de Produtos Finais alcançou 49,8 pontos, subindo 0,7 ponto na sondagem.
Em Pernambuco, a Sondagem Industrial demonstrou tendência contrária à nacional, já que três dos seus índices evidenciaram queda.

A variação mais significativa aconteceu na Utilização da capacidade Instalada que recuou 2,3 pontos, chegando a marcar 38,6 pontos, seguida de Evolução do Número de Empregados que registrou 43,3 pontos, caindo 2,1 pontos na pesquisa.

Volume de Produção apresentou variação negativa de 1,0 ponto marcando 47,8 pontos. Por outro lado, Estoques de Produtos Finais (48,0 pontos) revelou acréscimo discreto de 0,7 ponto.
A pesquisa analisou ainda as expectativas dos empresários pernambucanos para os próximos seis meses.

Houve melhora com todos os índices avaliados apresentando variação positiva, seguindo a mesma tendência nacional.

Número de Empregados (46,4 pontos), Compras de Matérias-Primas (49,6 pontos), Quantidade Exportada (55,2 pontos) e Demanda por Produtos (53,0 pontos) que crescem 0,9, 2,6, 2,7 e 5,4, pontos, respectivamente.

Houve crescimento também nos índices que avaliam a expectativa dos empresários para os próximos meses na Indústria da Construção.

De acordo com a Sondagem da Construção, referente ao mês de maio de 2016, o índice Novos Empreendimentos e Serviços (38,8 pontos) obteve um aumento de 5,3 pontos, e Número de Empregados (46,5 pontos) demonstrou crescimento de 2,7 pontos. Por outro lado, Nível de Atividade e Compras de Matérias-Primas obtiveram queda de 2,4 e 2,6 pontos, respectivamente, fechando o mês de maio com 45,7 e 39,5 pontos.

A Sondagem da Construção apontou ainda retração em dois indicadores. O Nível de Atividade em Relação ao Mês Anterior caiu 1,9 ponto terminando o mês com 34,6 pontos, enquanto Evolução do Número de Empregados constatou queda de 1,4 ponto registrando 31,9 pontos no estudo realizado.
Já Nível de Atividade em Relação ao Usual obteve evolução pelo terceiro mês consecutivo e teve incremento 4,0 pontos, marcando 28,7 pontos no período analisado.

Pesquisa sobre governo Temer
Nesta sexta-feira, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgará a pesquisa CNI-Ibope do segundo trimestre de 2016. O levantamento revelará a avaliação dos brasileiros sobre o desempenho do governo federal. A pesquisa mostra o grau de confiança no presidente em exercício Michel Temer e a aprovação do governo em dez áreas de atuação, entre elas, saúde, educação, segurança pública e combate à fome e ao desemprego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário