sábado, 23 de julho de 2016

Transmissão de energia: BNDES define condições de apoio a vencedores dos próximos leilões

Novas regras já terão vigência no leilão marcado para 2 de setembro deste ano 



A Diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou as novas condições de financiamento a serem aplicadas aos vencedores dos próximos leilões públicos de transmissão de energia elétrica em 2016. As novas regras já terão vigência no leilão marcado para 2 de setembro deste ano. 
Dessa forma, o BNDES cumpre seu papel de apoio à expansão da capacidade de transmissão do Sistema Elétrico Brasileiro. As condições financeiras são:
  • Custo financeiro: TJLP
  • Remuneração básica do BNDES: 1,5% ao ano (spread básico)
  • Remuneração de risco: até 3,37% ao ano, conforme o risco de crédito do cliente (spread de risco)
  • Participação máxima do BNDES: 50% dos itens financiáveis. O teto de participação poderá ser ampliado para até 70% dos itens financiáveis, condicionado a que a parcela de crédito referente ao aumento de participação seja feita a custo de mercado.
  • Prazo de amortização: até 14 anos
O Valor do Crédito do BNDES será dimensionado de acordo com o Sistema de Amortização Constante (SAC) e o índice de cobertura mínimo de 1,3.
O financiamento poderá ser complementado com a emissão de debêntures incentivadas de infraestrutura, via mercado de capitais.
As novas condições de financiamento para os empreendimentos de transmissão de energia elétrica a serem licitados em 2016 por leilões públicos promovidos pelo Governo Federal podem ser encontradas no portal do BNDES.

BNDES

Nenhum comentário:

Postar um comentário